Conheça o Adalberto

Adalberto Marcos de Araújo nasceu em Paranaguá em 1969. É filho da costureira Maria de Lourdes (in memoriam) e do ensacador aposentado Josué Pequeno de Araújo, que foi militante do PCdoB e do MDB em Paranaguá, durante a ditadura militar. Casado com Ivonete desde 1990, é pai de Guilherme, Gustavo e Maria Paula.

Formado em Direito pela Universidade Tuiuti do Paraná (UTP), possui títulos de Especialização em Direito Previdenciário pelo UNICURITIBA e em Direito Público pelo UNIPOSITIVO/ESMAFE Adalberto é advogado desde 2002, com escritórios em Paranaguá e em Joinville.

Participou de diversos seminários e congressos, especialmente na área do Direito da Seguridade e da Assistência Social.

É membro do Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário – IBDP, ex-Procurador Jurídico do Sindicato do Magistério de Paranaguá e do Sindicato dos Servidores Públicos de Pontal do Paraná. Na Subseção da OAB em Paranaguá, foi Conselheiro e respondeu pela Comissão de Prerrogativas Profissionais no Litoral, a qual tem como objetivo assegurar as garantias legais e constitucionais no exercício da advocacia.

Adalberto Araújo exerceu cargo de assistente administrativo na Prefeitura Municipal de Paranaguá de 1988 a 1989, quando foi aprovado em 1º lugar no concurso público da Companhia de Água e Esgotos de Paranaguá – CAGEPAR. Lá trabalhou de 1989 a 1998, exercendo as funções de escriturário, gerente administrativo-financeiro, assessor de diretoria e diretor administrativo- financeiro.

Na Fundação Municipal de Esportes de Paranaguá – FUNDESPORTES, foi atleta, técnico e instrutor de seleções de Xadrez de 1987 a 2006. Através de parcerias entre prefeitura municipal e entidades como Fundesportes, Sesc e clubes Literário e Olímpico, ensinou xadrez a mais de mil crianças e jovens parnanguaras, revelando talentos que viriam a se tornar posteriormente campeões estaduais e nacionais, inclusive com algumas participações internacionais. A maior conquista, no entanto, é constatar que a imensa maioria desses alunos tornou-se cidadãos exemplares, melhorou sua condição social e intelectual através do ambiente saudável proporcionado pelo esporte.

Como enxadrista, Adalberto Araújo representou a cidade e o país em diversas competições, sagrando-se campeão paranaense juvenil, vice-campeão brasileiro juvenil, tricampeão estadual, campeão sulbrasileiro, heptacampeão dos Jogos Abertos do Paraná, bicampeão dos Jogos Abertos Brasileiros e do Campeonato Brasileiro Interclubes. Participou de duas finais do Campeonato Brasileiro Absoluto (2003 e 2004), além do Campeonato Panamericano Juvenil (1986) e do Campeonato Mundial de Jovens (1993). Nas décadas de 1980 e 1990, organizou vários torneios e campeonatos de nível estadual e nacional, com destaque para o Campeonato Mundial de Jovens em Paranaguá (1993).

Em 2004, obteve a graduação de Mestre da Federação Internacional de Xadrez – FIDE.

Adalberto foi também presidente da Federação Paranaense de Xadrez – FPX (1995/2000) e da Academia Brasileira de Cultura e Xadrez – ABCX (2004/2006).

Entre 2000 e 2004 foi sócio-proprietário do Jornal Expressão, periódico parnanguara de circulação dirigida. Ex-articulista dos jornais Diário do Comércio, Gazeta Parnanguara e Folha de Paranaguá. Idealizou e participou da coluna “Seu Direito”, que foi ao ar semanalmente em 2012 pela Rádio Aliança FM (98.3). Possui registro profissional como jornalista.

Ao longo dos anos, tem sido reconhecido por apoiar entidades filantrópicas e desenvolver atividades beneficentes e desportivas em Paranaguá e região.

Em 12.05.2012 foi ordenado Pastor através do Missionário Daniel Mastral (Ministério Guerreiros da Luz, São Paulo/SP). De maio/2012 a outubro/2018 presidiu voluntariamente a Igreja Missionária “Jesus é a Verdade”, em Paranaguá/PR.

Em sua primeira disputa eleitoral (2012), sob o slogan “Palavra, Trabalho, Justiça”, elegeu-se vereador pelo PSB com 1.455 votos. A campanha recebeu apoio expresso do ex-ministro Ciro Gomes, no rádio e na tv.

Em 2014, disputou eleição para deputado federal, obtendo 5.508 votos. No segundo semestre de 2015, filiou-se à Rede Sustentabilidade. Em março de 2016, a convite do deputado federal Diego Garcia, filiou-se ao Partido Humanista da Solidariedade (PHS).

Disputou a sucessão municipal em 2016, como vice-prefeito na chapa com Alceuzinho Maron.